Tendência da mortalidade por leucemia na Colômbia e sua capital, Bogotá: um estudo ecológico de 1985 a 2012

Palavras-chave: Leucemia, Mortalidade, Estudos de Séries Temporais, Estudos Ecológicos

Resumo

OBJETIVO:

Analisar a tendência da mortalidade por leucemia em crianças e adultos residentes na Colômbia e em Bogotá, entre 1985 e 2012.

MÉTODOS:

Trata-se de um estudo observacional do tipo ecológico, analisando a tendência da mortalidade por leucemia linfoide, mieloide e todos os tipos de leucemias, por idade, sexo e residência. Informações sobre mortes e dados populacionais foram obtidas no site do Departamento Administrativo Nacional de Estadística. As taxas de mortalidade foram usadas para estimar a mudança percentual anual média (Average Annual Percent Change - AAPC).

RESULTADOS:

Entre 0-14 anos de idade, as taxas de mortalidade por leucemia caíram no período estudado na Colômbia (AAPC = -0,9; IC 95% -1,2, -0,6) e em Bogotá (AAPC = -2,0; IC 95% -2,6, -1,4). No entanto, foi observado um aumento estatisticamente significativo nas taxas de mortalidade por leucemia entre 60-69 anos de idade na Colômbia (AAPC = 1,1; IC 95% 0,3, 2,0) e entre ≥ 70 anos de idade na Colômbia (AAPC = 2,0; IC 95% 1,7, 2.4) e em Bogotá (AAPC = 0,9; IC 95% 0,0, 1,7). A faixa etária de ≥ 70 anos apresentou as maiores taxas de mortalidade por leucemia nos dois locais.

CONCLUSÃO:

Há uma tendência decrescente na mortalidade para todos os tipos de leucemia entre 0-14 anos de idade na Colômbia, mais pronunciada na capital. No entanto, há uma tendência crescente em idosos.

Publicado
2020-03-10
Seção
Artigo Original